Carreira na área de TI: vale a pena investir? Veja 9 motivos!

Vivemos em um mundo onde tecnologia já não é mais um diferencial, mas sim uma necessidade básica para qualquer negócio. Para você ter uma noção, hoje em dia, até quem vende produtos pela OLX aceita cartão de crédito. Tá, mas o que isso tem a ver com esse post? TUDO!

“Como é possível um vendedor amador aceitar cartão de crédito?”

Muito simples, a tecnologia avançou e hoje está mais acessível. Hoje, você pode aceitar cartão de crédito pelo seu celular. Tudo isso graças a pesados investimentos em TI e nos profissionais da área.

Atualmente, tecnologia é uma necessidade básica para qualquer negócio e as empresas que mais se destacam são as que mais investem na área. Não acredita em mim, tudo bem, digite você mesmo no Google:

“Ranking de empresas mais valiosos no mundo”

Te garanto, no topo do ranking você encontrará organizações que surgiram da TI, provavelmente, Microsoft, Apple, IBM, Amazon, Facebook e entre outras. Das outras empresas do ranking, que não são originadas da TI, você provavelmente encontrará negócios de outros ramos, mas que investem bilhões em tecnologia da informação. Ou você acha que o sistema de gerenciamento de franquias do McDonald’s é um sistema simples? Imagine a complexidade envolvida no ERP da Coca-Cola!

O mercado está mudando e em uma velocidade extraordinária, com isso, cada vez mais as empresas de pequeno e média porte estão abrindo suas portas e, claro, seus cofres para o setor de TI. Disponibilizando diversas vagas para inúmeras especializações.

O setor de tecnologia deixou de ser um mero departamento de apoio às áreas administrativas. Hoje, a TI é um área central para a gestão de uma organização que deseje alcançar sucesso.

E, pensando nisso, elaboramos o seguinte post para quem ainda não conhece o mercado de Tecnologia da Informação ou ainda tem dúvidas sobre se vale a pena ou não investir em um formação na área.

Veja abaixo os principais motivos para você ficar de olho na área de TI!

Potencial do mercado

Potencial da área de TI

O inicio do texto já deixa isso bem claro. Entretanto, é preciso reforçar o potencial da área de TI.

Hoje, o mundo caminha para um cenário voltado à tecnologias computacionais. A responsabilidade da área de TI é justamente trabalhar, aprimorar e evoluir tais tecnologias. O seu objetivo principal é otimizar processos e melhorar a qualidade no armazenamento, na utilização e na troca de informações em âmbito empresarial.

Contudo, sabemos que na prática, a TI é muito mais que isso. Encontramos tecnologia da informação em qualquer tipo de organização, seja uma organização governamental, empresarial ou até instituições sem fins lucrativos. Além disso, no mercado de tecnologia da informação, existem projetos de software livre que, em muitos casos, o objetivo principal pode ser simplesmente melhorar a vida de um determinado nicho de pessoas.

Em outras palavras, encontramos TI em praticamente tudo. Além disso, para organizações empresarias que visam o lucro, é importante destacar que uma empresa desconectada de tais avanços possui grandes chances de perder oportunidades e ser deixada para trás por concorrentes que buscam a otimização de seus processos diariamente, através da adoção de novas tecnologias.

Até por isso que, mesmo em situações de crise, como a vivida no Brasil em 2016, o mercado cresce constantemente. Empresas precisam da TI para sobreviver, não se trata de um departamento supérfluo/dispensável, mas sim uma área de negócios totalmente vinculada ao resultado final da empresa (lucro ou prejuízo).

Bem, vivemos em um mundo capitalista e isso não irá mudar, pelo menos por um bom tempo. Bem… já deu pra enxergar o potencial, certo?

Oportunidades de carreira

Com o crescimento do setor, novas especializações, subsetores, opções de carreira, cargos e mais espaços para crescimento hierárquico foram surgindo.

Há pouco tempo atrás ninguém falava sobre Cloud Computing, hoje qualquer serviço de armazenamento de dados, como Google Drive, Dropbox e entre outros já utilizam essa tecnologia, passando a impressão de que é uma tecnologia trivial. Quando na verdade não é.

Hoje, Cloud Computing já não é mais uma tendência e sim uma realidade. Agora imagine se você tivesse percebido isso há 5 anos atrás e pensado:

“Em 5 anos eu serei uma referência em Cloud Computing, irei estudar, ler e praticar muito! Irei saber tudo que existe sobre Cloud Computing.”

Talvez hoje você fosse realmente uma referência na área. Cuidado! Não estou dizendo que é fácil, até porque ninguém prevê o futuro. Contudo, é possível porque a inovação constante é uma característica forte do mercado de TI!

Segmentos de Atuação

Mas agora, voltando a um cenário mais pé no chão. Na TI, você pode optar entre diversos segmentos: infraestrutura, hardware, software, banco de dados, testes de software, gestão e muito mais. Claro, lembre-se de alinhar a área com os seus objetivos de carreira.

Aliás, temos um infográfico que ilustra as diversas áreas que um profissional pode seguir no mercado de TI, se você tem dúvidas quanto a isso, aconselho que você dê uma olhada em nosso infográfico.

Mas então, no fim, o que acontece é que as empresas abrem suas portas para uma grande gama de profissionais distintos, com diferentes especializações e níveis de conhecimento. A carreira na área de TI pode ser desenvolvida em empresas de pequeno, médio e grande porte. Freelancer, Startups ou multinacionais. E, ainda, se você for realmente bom, você pode trabalhar remotamente, talvez de uma praia paradisíaca (sempre é bom sonhar).

Além da carreira convencional, o profissional de TI pode empreender. Afinal, o mundo sempre dá as boas vindas a ideias inovadoras!

Outra opção muito comum na área de TI, é participação em projetos open source (software livre), contribuindo assim para a evolução de tecnologias e projetos diversos. A participação nesses projetos faz com que o profissional aprimore seu conhecimento e também possibilita a formação de uma rede de contatos na comunidade de TI, agregando mais valor ao currículo e, por consequência, facilitando na hora de buscar a tão sonhada vaga.

Importante dizer, as opções que você terá irão depender da especialização que você for escolher dentro da TI.

Cursos e especializações

Cursos e Especializações para a área de TI

Os cursos de TI estão cada vez mais profissionais e difundidos através de diversos métodos de aprendizagem. Desde faculdades com cursos tecnólogos a bacharelados, até cursos online de aprendizado prático para as diversas especializações da profissão. Se você tiver dúvidas sobre o que fazer primeiro, faculdade ou cursos livres, veja esse post que trata exatamente sobre esse assunto.

A grande gama de cursos e especializações surge a partir da necessidade do mercado que, por sua vez, apresenta deficiência em profissionais qualificados para preenchimento de diversas vagas. Isto porque, em muitos casos, os profissionais limitam-se a apenas os conteúdos lecionados na faculdade. O que é pouco, pois o ensino formal, apesar do seu esforço em manter-se atualizado, não consegue acompanhar o ritmo das inovações tecnológicas.

Na Becode, somos especialistas em formar uma sólida base de conhecimentos para qualquer profissional que deseje ingressar no mercado de TI ou até profissionais que desejam reforçar os conceitos mais básicos, mas que em muitos casos podem ser diferenciadores entre candidatos que de fato sabem do que estão falando e aqueles que apenas enganam por um tempo. Você pode acessar todos os nossos treinamentos por aqui.

Nichos de mercado

A evolução da área de TI como um todo e das tecnologias existentes fez com que surgissem nichos especializados de mercado, o que gera mais oportunidades de emprego e negócio. Quer um exemplo?

  • Finanças + TI = Fintec

De acordo com a Finnovation, o termo é utilizado para:

“designar o segmento das startups que criam inovações na área de serviços financeiros, com processos baseados em tecnologia.”

  • Marketing + TI

Hoje em dia, profissionais que conhecem Marketing e TI são muito desejados, pois o marketing estuda, entre muitas coisas, o comportamento do consumidor. E a TI lida com informações. Consegue ver o “match” entre estas duas áreas do conhecimento? Resumindo, quanto mais informações você possui sobre o seu consumidor, melhor será a sua estratégia de Marketing. E, portanto, a união entre estas duas áreas fez com que surgissem negócios inovadores para a gestão dos serviços de Marketing, como o RD Station, da Resultados Digitais, empresa brasileira, de Florianópolis/SC.

Resumindo, saber utilizar de maneira otimizada uma tecnologia específica ou unir duas áreas do conhecimento, TI e outra área, pode trazer um destaque ao profissional de TI daquele nicho específico.

Remuneração

A remuneração é um dos principais motivos para as pessoas escolherem uma profissão, não deveria ser, mas é. No mercado de TI, a remuneração é boa, em alguns casos é excelente e em outros nem tanto. Como assim?

Bem, lembra que eu falei que as possibilidades de carreira são inúmeras, pois é, tudo irá depender do cargo e do setor da TI que você for trabalhar. Além disso, no Brasil, há uma grande variação do salário conforme a cidade e o estado. Portanto, é interessante fazer pesquisas com focos específicos nos cargos e áreas almejadas.

O site da Catho faz um levantamento dos salários médios das profissões de TI no Brasil. Você pode conferir esse levantamento aqui. Contudo, é importante lembrar que o salário médio da sua região pode ser diferente. Sendo assim, se você possuir acesso aos dados específicos da sua cidade, melhor ainda!

Inovação

Inovação, um dos pilares da área de TI

Esse ponto é um tanto óbvio, o que não deixa de ser um diferencial da área de TI. Em outras palavras, o fato de trabalhar com tecnologia da informação te deixa um passo a frente do resto dos meros mortais da raça humana (brincadeira, não me xinguem nos comentários). Basicamente, você irá ver, interagir e trabalhar com inovação, enquanto em outras áreas isso é mais raro e muito mais superficial.

Ao trabalhar com tecnologia, você possui a oportunidade de, em muitos casos, ser a inovação, não é? É exatamente isso que nos leva ao próximo tópico, empreendedorismo e startup!

Empreendedorismo / Startup

Empreendedorismo e Startup, o coração da área de TI

Qual é o profissional que mais empreende? O administrador de empresas? Deve ser, afinal de contas esse profissional fez uma faculdade para isso, certo? É aí que você se engana. Apesar dos administradores de empresa serem perfeitos para essa finalidade, na grande maioria dos casos, falta um componente essencial para esse profissional.

A tecnologia!

E é por isso que Engenheiros das mais diversas áreas e, cada vez mais, os profissionais da TI tem surpreendido o mercado com ideias inovadoras e que, em muitos casos, mudam drasticamente a forma como interagimos em nosso cotidiano. Investidores e aceleradoras de todos os tipos tem investido milhões em startups da área de TI, afinal de contas, convivemos diariamente com aplicações, marcas e empresas, originadas da TI, que hoje valem milhões.

Não precisamos nos esforçar muito para lembrar de três marcas que surgiram em pouco mais de 1, 2 anos. Basta abrir o seu smartphone e pronto.

Portanto, se você sonha em um dia abrir o seu negócio próprio, a área de TI é ideal para você.

Mercado freelancer

Se isso parece com você:

“Não suporto rotinas, ter um chefe e horários para realizar as minhas atividades”

Bom, o mercado de freelancer é a sua cara. E, se você pensa:

“Ahh, mas essas coisas não funcionam”

Bom, na verdade, o mercado freelancer cresceu muito e hoje em dia funciona sim. Até porque existem empresas brasileiras que dependem exclusivamente dessa prática. Trata-se apenas de uma questão de perseverança e adaptação do profissional à nova dinâmica de trabalho. Aliás, em outro post, comentamos exatamente sobre isso: 9 sites para garantir o primeiro job como freelancer.

E, adivinhe, qual é um dos setores que mais disponibiliza vagas para freelancers? O de tecnologia da informação, óbvio! Sim, o mercado freelancer combina em gênero, número e grau com o setor de TI. Aliás, tudo que é novidade combina esta área, mas isso não vem ao caso.

Resumindo, ao optar pelo setor de tecnologia, na grande maioria das especialidades, o profissional possui a opção de trabalhar como freelancer, flexibilizar seus horários e ser dono de seu salário. Claro, tudo isso deve vir acompanhado de muita competência e organização por parte do profissional. Portanto, pelo menos em um inicio de carreira, foque em obter experiências de um modo mais tradicional.

Trabalho remoto

E, por último, mas não menos importante, trabalhar com tecnologia da informação te dá a possibilidade de trabalhar remotamente. Exato!

Claro, não vá pensando que será sempre assim:

Home Office, o futuro da área de TI

Você provavelmente terá prazos, chefes e reuniões para atender, seja presencialmente ou por videoconferência. A prática home office tem crescido muito nos últimos anos, até porque o espaço físico é limitado e, em muitos casos, proporcionar este espaço é muito caro para as empresas e, por isso, organizações mais preparadas tem adotado essa prática.

Home office é uma realidade no mundo e uma tendência no Brasil. Em poucos anos isso será muito mais comum entre as organizações. Aliás, já é uma realidade no mercado freelancer.

E, como comentei anteriormente, tudo que é novidade e tendência se aplica à área de TI, portanto, o trabalho remoto é muito presente nesse setor. Tão presente que, mesmo que você não deseje trabalhar remotamente, em algum momento de sua carreira você certamente terá que realizar atividades a distância.

Curso Online de Lógica de Programação | O seu primeiro passo para ingressar no mercado de TI

Vale a pena investir?

Ao longo do texto apresentei diversos argumentos que fazem total sentido em seguir em frente na área de TI. Contudo, um fator que é crucial e que não está presente no texto é o simples fato de gostar ou não de tecnologia. Pense nas coisas simples do seu cotidiano:

  • Você tem facilidade com novas tecnologias?
  • Qual é o seu nível de intimidade com o seu computador?
  • Você geralmente é a pessoa da família que mexe com os eletrônicos e novidades tecnológicas?

Pense sobre isso, se a resposta for “sim”, perfeito, você está no caminho certo, siga em frente! Você estará escolhendo uma carreira que tem um enorme potencial e excelentes oportunidades de crescimento. Independente dos seus objetivos específicos, pois como comentei,  a TI apresenta diversos caminhos para seguir em sua carreira. Você pode ser um empreendedor, trabalhar para grandes empresas, ser freelancer, trabalhar remotamente, trabalhar em projetos open source ou ainda decidir focar em um nicho específico de mercado.

Espero ter sido claro nos pontos apresentados e que tenham gostado do post. Qualquer dúvida, crítica, elogio ou comentário, é só escrever abaixo que logo respondemos!

Erick Scudero

Escrito por Erick Scudero

Especialista em Marketing Digital e apaixonado por tudo que envolve o universo de tecnologia e comunicação. Durante sua jornada na terra dos cangurus (Austrália), atuou em diversos projetos prestando consultoria em questões de UX, SEO, Marketing Digital e modelos de negócio com foco em startups. É cofundador da Becode, da M2up e instrutor de cursos presenciais na TargetTrust.

Metodologia Becode e as 6 perguntas mágicas do aprendizado. Entenda!

Metodologia Becode e as 6 perguntas do aprendizado significativo!

Procurando vagas de TI? Confira 12 Sites que podem ajudar você!