5 erros que impedem você de conseguir emprego como desenvolvedor!

E se eu te disser que 5 fatores podem estar impedindo você de conquistar uma nova vaga como desenvolvedor? Veja o nosso post e descubra!

Entrar no mercado de trabalho pode parecer uma tarefa difícil, mas quando descobrimos alguns erros que são comumente cometidos, começamos a entender melhor como funciona um processo seletivo e o que mais brilha aos olhos dos contratantes. Por isso, é sempre muito importante analisar cada oportunidade, seja ela bem-sucedida ou mal sucedida. Para assim, ficar cada vez mais claro os acertos e os erros que estão sendo cometidos por você.

Apesar da profissão de desenvolvedor ser muito diferente em muitos aspectos, se compararmos às profissões mais “clássicas”, os métodos de recrutamento são igualmente difíceis. Isso leva muitos concorrentes a cometerem erros que podiam ser contornados com facilidade. Porém, a questão é: Como identificar esses erros? Neste artigo vamos apresentar 5 erros muito comuns e como contorná-los.

1. Não ter um currículo na medida certa

Seu currículo é o responsável pelo primeiro contato com seus recrutadores. Por conta disso, é essencial elaborá-lo da melhor forma possível, expondo suas habilidades e experiências de uma forma clara e objetiva.

A maioria dos programadores pensam que o recrutador vai analisar a quantidade de informações dadas no currículo. Na verdade, eles procuram as habilidades requeridas, experiências profissionais e projetos que podem te tornar diferente dos outros concorrentes. Contudo, quando se deparam com uma infinidade de dados que fogem totalmente da proposta ou que não passam de informações para “inflar” o currículo, podem descartar esse candidato no mesmo momento.

Portanto, na hora de criar o seu currículo, preencha apenas com as linguagens e “skills” que você realmente tem o domínio. Além disso, projetos relevantes que mostre a sua constante atividade e experiências profissionais também são interessantes. Tudo isso de uma forma organizada e completa.

2. Não aplicar o conhecimento

É fundamental para um desenvolvedor colocar em prática tudo aquilo que ele aprende. Entretanto, muitos esquecem deste fato e se consideram preparados para o mercado apenas codificando com livros de apoio o com acesso ao google. Então, agora é o momento de deixar isto de lado e começar a aplicar os seus conhecimentos. Estes que com certeza serão cobrados em um processo seletivo.

Para desenvolver suas habilidades (Java,.NET, Python), utilize dos códigos “open source”, como o GitHub ou Codpen.io. Assim, você aplica novas técnicas e aprende na base da tentativa e erro. Dessa forma, buscando sempre ajuda e colaboração de outros desenvolvedores mais qualificados, que podem agregar muito às suas habilidades.

Além disso, após ter adquirido certa experiência prática, procure sempre participar de projetos e criar sites para usá-los como portfólio. Procure sempre mostrar que você está em busca de novas atividades e, até mesmo, de se aventurar como freelancer.

3. Parar de estudar

Não é nenhum segredo que os recrutadores vão dar ênfase às “skills” e experiências diretamente ligadas à programação, portanto, faça cursos na área! Entretanto, lembre-se também de outros pontos fundamentais, que vão ser fortemente analisados. Detalhes como a conversação, gramática, conhecimentos gerias e lógica com certeza serão levados em conta no momento da decisão.

Para manter essas qualidades em dia, esteja sempre conectado à canais de notícias e livros, que poderão te dar uma base cultural, um amplo conhecimento sobre atualidades, uma maior noção das tecnologias que estão em alta no setor empresarial, sem contar na base literária e conhecimentos.

4. Achar que networking é bobagem

O estereótipo do programador antissocial está sendo jogado fora. Isso não significa que você precisa ser um extrovertido, mas significa que você precisa tratar outras pessoas com respeito em todos os momentos. Aprenda e pratique empatia para que isso faça parte da sua marca pessoal. A empatia é a habilidade mais importante que um desenvolvedor de software pode ter e, sem ela, você não tem nada.

Você pode pensar que a sua vida como desenvolvedor é baseada apenas em um computador, porém, as relações humanas são fundamentais para garantir que o seu trabalho seja bem-sucedido, até porque, a grande maioria de seus projetos serão destinados à pessoas e, em muitos casos, totalmente leigas quando se trata de tecnologia.

A empatia é algo que você pode praticar. Quando você está interagindo com os outros, especialmente quando você discorda, faça um esforço consciente para se colocar em seu lugar e tente entender por que eles possuem aquela opiniçao, o que eles sentem e o que você pode fazer para ajudar.

 

[Ebook] Guia para garantir o seu 1º emprego na área de TI | Faça o download!

5. Estar despreparado!

Se você se esforçar e mantiver suas habilidades em dia, em algum momento você será convidado para uma entrevista. Em outras palavras, a etapa mais importante de um processo seletivo. Vai ser extremamente difícil nas primeiras entrevistas, mas se você ficar atento aos seus erros e às dicas de pessoas mais experientes, seu momento vai chegar.

Em uma entrevista, é muito importante evitar coisas como:

  • Deixar o nervosismo tomar conta do seus pensamentos;
  • Falar menos do que o necessário;
  • Deixar de apresentar gosto pelo seu trabalho;
  • Dar ênfase para “skills” e linguagens que fogem do seu domínio;
  • Mentir sobre a quantidade de tempo dedicada a cada habilidade;
  • Ser defensivo em relação aos seus erros;
  • E passar informações inverídicas e sem fundamento.

Se o seu problema está na parte do diálogo, procure entrar em contato com desenvolvedores mais experientes.  Peça para que eles façam o papel do entrevistador, propondo perguntas comuns e algumas mais complexas. Ou, se isso não for possível, treine sozinho simulando entrevistas.

Você está pronto?

Tenho certeza que se você buscar sempre um desenvolvimento como profissional, novos aprendizados e seguir à risca as dicas dadas acima, sua caminhada em direção ao seu emprego se tornará muito mais iluminada e simples.

Se você leu o post, se considera preparado e está procurando por vagas para desenvolvedores front-end, back-end ou full stack, confira o site da ProgramaThor. Uma plataforma focada no recrutamento de profissionais de TI. Entre no site e confira a lista de vagas para desenvolvedores disponíveis.

Banner com ilustração do Thor e vagas da Programathor

3 de novembro de 2017

2 comentários

  1. Caio Vinicius Santana dos Santos3 de novembro de 2017 at 16:58Responder

    Muito legal as dicas.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © Becode. Todos os direitos reservados.

Login

ACESSAR COM

FACEBOOKGOOGLE CRIAR CONTA
Criar conta Back to login/register

Envie para um amigo