Carreira de TI – Cursos de TI ou faculdade na área? Onde investir?

Com a evolução da tecnologia e das ferramentas que surgem a cada dia no mercado de TI, muitas vezes nos deparamos com a dificuldade de escolher um caminho para seguir carreira. No meio dessa confusão, uma das perguntas que nos fazemos constantemente é: faculdade ou cursos livres? Afinal, qual é a melhor opção para construir uma carreira sólida nessa área?

Esse é um assunto bem amplo e discutido pelos cantos da internet brasileira.

Talvez pelo fato de não existir uma resposta correta para isso, mas sim um plano/direcionamento que você precisa fazer, baseado nos seus objetivos de vida e carreira.

E esse é o objetivo desse post: não dissertar sobre certo ou errado, mas sim sobre o que você deve fazer, pensando naquilo que você quer ser!

(essa frase ficou bonita, irei colocar abaixo um aplicativo para você tuitar, caso você tenha gostado da frase assim como eu)

[easy-tweet tweet=”Não existe certo ou errado, mas sim o que você deve fazer, pensando naquilo que você quer ser!” user=”BecodeTT” usehashtags=”no” template=”light”]

É nesse sentido que iremos listar algumas dicas para você organizar a sua vida profissional e carreira de TI, pensando nos seus objetivos!

Planeje sua Carreira

Antes de tudo! “Pense no longo prazo. ”

Não tente atingir resultados da noite para o dia, isto é impossível. Tenha paciência, o mercado de TI não vai sumir e se você fizer direitinho, no futuro você irá colher muitos frutos desse planejamento!

E se você parar para pensar, o mercado de TI nunca irá parar de crescer. A evolução tecnológica irá sempre demandar novas habilidades de programação, sistemas, banco de dados, enfim… TI.

O único jeito para que a TI pare de crescer é se criarmos máquinas que superem a inteligência humana, tipo o Exterminador do Futuro, mas isso ainda está distante, fiquem tranquilos, talvez o seu bisneto sofra com isso, neste caso, torça para que ele se chame John Connor.

Voltando a realidade…

Você não precisa ter pressa, mas você precisa sim se capacitar para estar preparado para agarrar as oportunidades que surgirem no caminho.

 “Tá, mas eu não tenho noção do que eu quero para a minha carreira de TI”

Então, para começar, dê uma olhada nesse Infográfico super bacana que mostra as principais áreas de atuação e o perfil profissional de cada segmento da área de TI. O nosso pequeno guia com as principais áreas do mercado de TI talvez te ajude nessa etapa.

Faculdades

Opção 1: Faculdades | Carreida de TI

Então, vamos lá, faculdades… mas antes preciso saber se você já conhece a diferença entre os principais tipos de cursos superiores de TI disponíveis na atualidade. Caso você não tenha certeza quanto a diferença entre os cursos, dê uma olhada nesse post que criei comentando exatamente sobre isso.

Assim, irá ficar mais fácil de compreender as opções de graduação disponíveis.

Bom, se você não leu e nem vai ler o post que citei acima, abaixo segue um resumo para facilitar a sua vida:

Resumo dos cursos superiores de TI
Fonte: hardware.com.br

A faculdade costuma ser a primeira escolha de muitos que resolvem ingressar na área de TI. Ela acaba sendo a opção mais formal, responsável por preparar o profissional leigo para o mercado de trabalho, ensinando desde conceitos básicos, misturando teoria e prática, envolvendo conhecimentos de diversas outras áreas, também necessárias na vida do profissional. Contudo, por vezes, passando um conteúdo muito superficial.  

Cursos Tradicionais

Sistemas de Informação, Ciência da Computação e Engenharia da Computação são as três principais graduações da área. Claro, existem diversas variações, como mostrei no post de cursos superiores de TI, entretanto, essas são as mais famosas e disponíveis em praticamente todas as universidades do Brasil.

Abaixo, irei listar alguns detalhes sobre os cursos tradicionais de graduação:

  • Normalmente são presenciais, ou seja, você DEVE ter disponibilidade*;
  • Cursos longos, geralmente, 4 a 5 anos;
  • Abordam assuntos correlacionados, mas nem sempre focados e objetivos para o seu perfil;
  • Não te ensinam um determinado conteúdo profundamente, te ensinam a buscá-lo;
  • Em sua maioria, focam em formar profissionais acadêmicos.

*Obs: Está surgindo uma nova leva de cursos EAD que ainda não possui o prestígio que possui as grandes universidades presenciais, mas acredito que em um futuro muito breve poderão, inclusive, se tornar a maioria em nosso país, proporcionando o mesmo ensino e o mesmo prestigio que os cursos presenciais. Acredito que isso seja uma questão de tempo e avanço da tecnologia.

Cursos Tecnólogos

Outra opção de graduação bem comum são os tecnólogos, ou seja, cursos de graduação mais focados no mercado de trabalho e não tanto no acadêmico. Ao concluir essa formação, o estudante recebe o título de tecnólogo e não bacharel.

Alguns detalhes importantes sobre os cursos tecnólogos:

  • Assim como a graduação normal, também é ofertada presencialmente, mas é bastante popular no formato online;
  • Geralmente são cursos intermediários, de 2 a 3 anos de duração;
  • Mais focados, ou seja, direcionados para áreas específicas da TI;
  • Vão exigir a mesma dedicação da graduação tradicional, inclusive com relação às provas, trabalhos, monografias, etc;

Cursos Livres (Presencial, Online e EAD)

Opção 2: Cursos Livres | Carreira de TI

Bom, primeiro vamos deixar claro que não há regras ou atalhos ou formato único que faça você se tornar um bom profissional da área ou mesmo um destaque.  Sim, na TI você pode ter uma carreira de sucesso sem ter um diploma de ensino superior. Ao mesmo tempo que, ter um diploma, pode ser pré-requisito para diversas vagas e oportunidades.

Contudo, se desse para resumir, o que importa mesmo é a sua vontade e empenho em alcançar o seu objetivo e, claro, muita pratica profissional!

Constatado isso (e compreendido da sua parte), voltamos aos cursos livres, que são as MELHORES opções para que você obtenha rapidamente um conhecimento específico sobre alguma área. Quando falamos em cursos livres, estamos falando de treinamentos de curta duração – presenciais, online ou EAD – e que não possuem vínculo com o MEC.

Podemos compará-los com as especializações, pois possuem objetivos bem definidos e focados em um determinado assunto. Desta forma, proporcionando uma interação mais direta e objetiva com o tema central do curso.

Cursos Presenciais

Este é aquele tipo de curso que você escolhe um assunto, faz o curso e no final você tem a garantia de que irá poder:

“AGORA EU SEI FAZER ISSO”

Claro, a escola tem que ser boa! Em cursos presenciais, geralmente lidamos com valores mais caros, próximos aos valores de mensalidades de universidades renomadas (ou não), isto irá depender da qualidade do curso que você está contratando. Escolas renomadas, com instrutores de qualidade e com metodologia própria, obviamente, serão mais caras do que escolas que contratam o sobrinho do chefe para vir dar umas aulas de construção de sites utilizando o WIX, por exemplo.

Em cursos presenciais, o grande diferencial é o instrutor que estará totalmente disponível para sanar suas dúvidas e garantir que você termine o curso sabendo no mínimo o dobro que você sabia ao iniciar o treinamento.

Se você tem a possibilidade de locomoção e pode investir em um treinamento presencial. Este sempre será uma excelente opção!

Minha dica: mescle cursos presenciais com cursos online, pese a urgência daquele conhecimento para a sua situação atual e, com isso, opte por um dos modelos.

Cursos Online (Presencial, Online e EAD)

Os cursos online vêm ganhando muito espaço no mercado por dois motivos principais: facilidade de acesso e a possibilidade de dar continuidade em seu próprio ritmo. As metodologias adotadas facilitam (e muito) o aprendizado, que geralmente acontece de forma intensiva e prática. Nessa modalidade, os alunos também têm liberdade de horário e garantem certificados reconhecidos no mercado de trabalho.

O fato aqui é que muitos interessados em iniciar carreira em TI, em um primeiro momento, ainda não fazem ideia de qual área seguir. E por esse motivo, os cursos online são uma ótima opção para quem quer aprofundar seus conhecimentos e obter informação de qualidade sobre algum determinado assunto/área.

Entretanto, nem tudo são flores. Com exceção dos cursos mais básicos, os cursos online costumam ser voltados à áreas mais específicas e podem exigir conhecimento prévio do aluno ou ainda, capacidade de ser autodidata. Por isso, é bacana, na hora de escolher o curso, avaliar o método de aprendizagem e as formas de interação com algum tutor ou acesso direto a algum Fórum para buscar ajuda se necessário.

Os cursos online são uma ótima escolha para quem já está no mercado e deseja ampliar os conhecimentos ou para quem quer descobrir tecnologias novas e diferentes, ou seja, são considerados uma excelente ferramenta para os profissionais estarem sempre atualizados com as tecnologias do momento, melhorarem suas habilidades técnicas e darem uma turbinada (rápida) no currículo.

Cursos livres EAD

Além dos cursos presenciais e online, há um misto. O que chamamos de cursos EAD. Imagine o seguinte, o curso presencial adaptado para ser transmitido de forma online. Ou seja, você ainda possuirá um professor que irá te passar os conhecimentos. E, além disso, ainda terá o compromisso de assistir a aula em um determinado dia da semana e horário. A única diferença é que agora você estará assistindo de casa, um vídeo compartilhado com mais umas centenas/milhares de pessoas, dependendo da capacidade de transmissão da escola.

Neste caso, nem sempre você terá a oportunidade de falar com o professor, visto que, em muitos casos, ele irá lidar com grandes quantidades de alunos. Portanto, antes de comprar, sempre verifique a média de alunos para um determinado curso, assim você garante que suas dúvidas serão ouvidas.

Faculdade ou Cursos Livres?

Opções - Cursos Livres ou Faculdade

Para um profissional se especializar em TI, ele deve consumir informação de várias formas – seja através de cursos livres ou da graduação. Ambos modelos de ensino são válidos e inclusive se complementam para os estudantes que desejam se destacar como profissionais.

A faculdade é fundamental para quem quer ser contratado por uma grande corporação, tentar a carreira fora do país ou aproveitar oportunidades com etapas rígidas de recrutamento.

Já os cursos online são ótimos guias e complementos para áreas mais específicas do mercado, proporcionando informação e prática profissional àqueles que desejam aprender de uma forma muito mais rápida e, ainda assim, com qualidade e com foco nas reais necessidades do mercado de trabalho.

Mas lembrando que, na área de TI, experiência e tempo de atuação no mercado contam e muito. Os projetos e trabalhos que você já colaborou vão valer tanto quanto as suas formações no papel.

Resumindo…

Vou resumir alguns pontos importantes que vimos neste artigo.

Em um bom plano de carreira, você deve sempre procurar aprender cada vez mais. Em outras palavras, investir em sua formação!

Para um profissional de TI que deseja ser um especialista na área, cursos livres e cursos de graduação são modelos de ensino válidos e complementares para estudantes que desejam se destacar no mercado de trabalho.

Os cursos livres são ótimos para:

  • Experimentar ou testar uma nova área do conhecimento
  • Quem já está no mercado e deseja ampliar os conhecimentos, especializando-se em uma área específica
  • Turbinar a carreira e descobrir tecnologias novas ou áreas que carecem de profissionais e estão crescendo
  • Aprender algo de forma rápida e prática, talvez para agarrar aquela oportunidade de estágio/emprego
  • Focar no mercado de trabalho profissional
  • Quem deseja praticidade e comodidade
  • Preencher o currículo com certificações de mercado

A faculdade é a melhor opção para:

  • Quem já sabe que caminho deseja trilhar em sua carreira de TI
  • Quem tem tempo e dinheiro para concluir o curso
  • Quem deseja tentar a carreira fora do país ou ingressar em grandes empresas com políticas rígidas de recrutamento
  • Construir uma excelente base teórica
  • Ingressar na carreira acadêmica
  • E, claro, quem deseja deixar os país orgulhosos!

Minha sugestão objetiva sobre a questão inicial (cursos livres ou faculdade?) é simples: os dois!

Se possível, comece com um curso superior. Já está na faculdade? O financeiro está em dia? Invista em cursos livres para se especializar em alguma área e/ou acompanhar o mercado de TI que cresce a uma velocidade incrível. Sim, a faculdade não consegue acompanhar este ritmo!  Sendo assim, não se contente apenas com o conteúdo visto em uma faculdade.

“Ahh, mas eu não tenho dinheiro para uma faculdade agora…”

É, eu sei, uma faculdade pode custar bem caro. Se esse for o caso, foque em cursos livres! Com foco e determinação e, claro, muita pratica, você com certeza irá conseguir um emprego. Desta forma, viabilizando uma faculdade no futuro!

Resumindo, tudo irá depender da sua situação atual e onde você quer chegar. O importante é você traçar um plano economicamente viável e executá-lo aos poucos, com paciência, foco e determinação.

Curso Online de Lógica de Programação | O seu primeiro passo para ingressar no mercado de TI

Erick Scudero

Escrito por Erick Scudero

Especialista em Marketing Digital e apaixonado por tudo que envolve o universo de tecnologia e comunicação. Durante sua jornada na terra dos cangurus (Austrália), atuou em diversos projetos prestando consultoria em questões de UX, SEO, Marketing Digital e modelos de negócio com foco em startups. É cofundador da Becode, da M2up e instrutor de cursos presenciais na TargetTrust.

Conheça as 5 principais ferramentas para construir diagramas ER

Diagramas ER: conheça as ferramentas que irão facilitar a sua vida!

Os 10 comandos SQL que você não pode viver sem! | Becode

Os 10 comandos SQL que você não pode viver sem!