Web Designer x Desenvolvedor Web – Entenda a diferença!

Uma dúvida frequente para aqueles que estão recém ingressando no mercado de TI, especificamente na área de desenvolvimento web.

Qual a diferença entre um Web Designer e um Desenvolvedor Web (Web Developer)?

Ou…

A diferença entre um Back-end Developer e um Front-end Developer, ou ainda, o que diabos é um Webmaster?

Enfim, essas são questões que podem levar um certo tempo para serem respondidas ao natural e para você não errar feio na frente do seu chefe, iremos deixar essa diferenciação muito clara para você.

Web Designer

Rascunho de um Webdesigner - O WebDesigner - Entenda a Diferença entre um Webdesigner e um Desenvolvedor Web

Como o próprio nome já diz, o Web Designer é o responsável pelo design (visual) da aplicação web, seja ela um website, um CRM, um LMS, um app mobile, enfim, são inúmeras possibilidades. É interessante que o Web Designer possua habilidades com HTML, CSS e JavaScript. Mas não é obrigatoriedade, uma vez que o Web Designer não precisará mexer com o código da aplicação.

O determinante mesmo para este profissional é dominar conceitos e tendências do design para web, conceitos de identidade visual, entendimento de padrões de cores, usabilidade (UX e UI), assim como, ferramentas de edição visual e, em alguns projetos, edição de vídeo e criação de animações.

Entre as ferramentas mais conhecidas para Web Designers, podemos citar a dupla Photoshop e  Illustrator e os rivais Corel Draw e Fireworks; para edição de vídeo e animações, há o After Affects, o Camtasia e entre outros. No projeto inicial da Becode, por exemplo, utilizamos muito o Illustrator, o Camtasia e o After Affects para a criação de nossos vídeos e animações.

Desenvolvedor Web

Existem diversas possíveis subdivisões na carreira de um desenvolvedor web: mobile, game e fullstack developer são algumas delas.

Entretanto, as duas subdivisões mais famosas são:

  • O Desenvolvedor Front-end e;
  • O Desenvolvedor Back-end.

Ambos são considerados desenvolvedores Web, mas é muito importante entender o papel, função e objetivos desses dois tipos de profissionais para que seja possível diferenciá-los.

Desenvolvedor Web Front-end

Tecnologias utilizadas pelo Front-end Developer - Entenda a Diferença entre um Webdesigner e um Desenvolvedor Web

Responsável pela programação da parte frontal da aplicação web, por isso, recebe o nome de “front-end” (tradução literal: o “lado da frente”). Basicamente, o desenvolvedor front-end é o responsável por transformar o design criado pelo Web Designer em código HTML e CSS, adicionando vida a página utilizando JavaScript:

  • Elementos como títulos, textos, fontes, imagens, vídeos e entre outros são adicionados com o HTML;
  • Cores, estilos, efeitos e pequenas animações são adicionadas por regras de CSS;
  • O comportamento da página, sliders, popups, validações e entre outras regras comportamentais são adicionadas via JavaScript, a linguagem de programação mais popular no universo do desenvolvimento front-end.

Em outras palavras, quando uma aplicação web é visualmente atrativa, a “culpa” é do desenvolvedor front-end e do Web Designer.

O mercado para desenvolvedores front-end têm crescido de maneira exponencial nos últimos anos, portanto, conhecer apenas HTML, CSS e JavaScript não é mais suficiente. Atualmente, existem diversos frameworks e bibliotecas que auxiliam o trabalho do Front-end Developer, entre elas, destaque para o AngularJS, Node.js, jQuery, Laravel, Ionic e entre outras.

Você não precisa se desesperar e tentar aprender todas de uma vez só. Primeiro, preocupe-se em solidificar seus conhecimentos em HTML, CSS e JavaScript. Após isto, conheça os frameworks e bibliotecas que irão de fato ajudar no seu trabalho, ou seja, não aprenda algo apenas por aprender ou porque é tendência no mercado front-end se aquilo não irá de fato lhe ajudar.

Desenvolvedor Web Back-end

Tela de código comum para Back-end Developers - Entenda a Diferença entre um Webdesigner e um Desenvolvedor Web

Este profissional será o responsável pela programação back-end do sistema. Se antes o termo “front-end” representava o “lado da frente”, algum palpite quanto ao termo back-end? Sim, obviamente, o “lado de trás” da aplicação, ou seja, a programação pesada: validações, processamento de dados e a comunicação da aplicação com o Banco de Dados e servidores.

No caso, o desenvolvedor back-end irá trabalhar com linguagens de programação, entre as mais conhecidas, destaque para as mais tradicionais: Java, PHP, C#, C, C++ e entre outras que têm se destacado pela facilidade de desenvolvimento proporcionada ao desenvolvedor, o caso de Python e Ruby.

Contudo, o que destaca mesmo o desenvolvedor web não é a quantidade de linguagens de programação que ele conhece, mas sim a sua capacidade de interpretação de algoritmos, conhecimento sobre a lógica por trás da programação e conhecimento sobre os conceitos de programação orientada a objetos, além de possuir plenos conhecimentos sobre o funcionamento de bancos de dados (modelagem, comandos básicos etc) e servidores.

Tendo esses conhecimentos solidificados, não há linguagem de programação que não esteja a altura do desenvolvedor web.

Para finalizar, visto que o trabalho do desenvolvedor back-end pode ser um tanto abstrato, abaixo seguem alguns exemplos de funcionalidades de responsabilidade do Desenvolvedor Back-end:

  • Quando você cria a sua conta em um ecommerce e os seus dados são cadastrados no banco de dados da organização;
  • Quando você faz log in em um sistema, ou seja, digita o seu usuário e senha. É através do back-end que é possível validar se o nome de usuário e a senha estão corretos;
  • Em transações realizadas de forma online, onde os seus dados serão enviados de forma criptografada para um sistema de pagamentos, como o PagSeguro, por exemplo;
  • No caso de CRMs, onde você precisa saber informações sobre a sua loja física como quantidade de produtos em estoque, faturamento, informações de clientes, enfim… Essas informações são acessíveis através de programação back-end, visto que são informações que ficam armazenadas no servidor/banco de dados;
  • Um exemplo mais simples, o rotineiro anexar de um arquivo para envio de e-mails e formulários;
  • Enfim, são diversas as funcionalidades que estão sob responsabilidade do desenvolvedor web back-end.

Webmaster

O gestor das aplicações Web - Entenda a Diferença entre um Webdesigner e um Desenvolvedor Web

O Webmaster é o responsável pelo gerenciamento da aplicação web, tanto do ponto de vista técnico, quanto do ponto de vista visual, contudo, não necessariamente ele será o responsável pela operacionalização da parte visual ou da programação. Como já vimos acima, os responsáveis por isso são, respectivamente, o Web Designer e o Web Developer. O Webmaster será o elo entre ambos os cargos. Claro, em empresas pequenas, há apenas um cargo que normalmente responde como o desenvolvedor que acaba fazendo todas as etapas mencionadas acima.

Voltando para o cargo de Webmaster, este já é antigo, contudo, ele começou a ficar em evidência com a sofisticação dos mecanismos de pesquisa, vulgo Google.

Hoje em dia, não basta a aplicação ser impecável do ponto de vista visual, mas sim deve ser organizada. E, atualmente, organização significa estar de acordo com as regras de Search Engine Optimization – SEO (Otimização para mecanismos de busca). O Webmaster será o responsável por adequar tanto os aspectos visuais, quanto os aspectos técnicos, com as boas práticas de SEO, organizando a aplicação web para que ela seja encontrável, desde que este seja o objetivo da aplicação, é claro.

Para aqueles que pretendem seguir carreira como um webmaster, uma das principais ferramentas existentes no mercado pertence ao próprio google. A ferramenta que antigamente era chamada de “Google Webmaster Tools” e hoje é conhecida como “Google Search Console” é uma verdadeira mão na roda para webmasters. Abaixo, confira um vídeo sobre o Google Search Console.

Conclusão

Bom, esperamos que essa diferenciação tenha ficado clara para você. Como foi visto, todos os cargos possuem características que diferem tais profissionais, tanto do ponto de vista de suas habilidades técnicas, quanto do ponto de vista dos objetivos e funções de cada.

Apesar disso, eles também possuem semelhanças marcantes, todos esses cargos irão trabalhar com aplicações que estarão hospedadas na Web. Nada de aplicação local/ desktop.

(Que fique claro, não estou dizendo que não existam profissionais voltados especificamente para o desenvolvimento desktop, muito pelo contrário, existem! Contudo, sempre que você vir a palavra “Web” na frente, obviamente estamos falando de aplicações Web.)

 

Curso online de HTML5, CSS3 e JavaScript da Becode! O seu primeiro passo para se tornar um front-end developer!

 

Mas enfim, como todos esses profissionais citados irão trabalhar com a Web, mesmo que não seja obrigatório para todos, conhecer HTML, CSS e JavaScript pode facilitar muito o trabalho de Web Designers, desenvolvedores Back-end, Webmaster e, claro, desenvolvedores Front-end, pois tratam-se dos padrões mais conhecidos e utilizados para esses tipos de aplicações.

Espero ter conseguido passar a real diferença entre um Web Designer e um Desenvolvedor Web, além do Webmaster. Se ficou alguma dúvida ou sugestão para acrescentar ao texto, deixe seu comentário abaixo que com certeza iremos responder.

Erick Scudero

Escrito por Erick Scudero

Especialista em Marketing Digital e apaixonado por tudo que envolve o universo de tecnologia e comunicação. Durante sua jornada na terra dos cangurus (Austrália), atuou em diversos projetos prestando consultoria em questões de UX, SEO, Marketing Digital e modelos de negócio com foco em startups. É cofundador da Becode, da M2up e instrutor de cursos presenciais na TargetTrust.

53 Comentários

Leave a Reply
  1. Muito bem explicado! Sou Designer Gráfica e estava querendo me informar melhor sobre front-end e entender a diferença do webdesigner. Estou querendo trabalhar com web e não sei muito bem por onde começar. Ajudou bastante!

    • Olá, Denise, que bom que gostastes, ficamos muito felizes com o seu feedback! Realmente, o mercado de front-end Web casa muito bem com mercado de Web Design, acredito que saber HTML, CSS e JS, além de outros frameworks JS, irão contribuir muito com a sua formação! 🙂

  2. Fiquei em dúvida num aspecto: Front-End e WebDesinger não são praticamente a mesma coisa e fazem rigorosamente as mesmas coisas. Se não, como diferenciá-los?
    Grato pelo blog e sucesso!
    Bruno

    • Bruno, muito obrigado! Mas então, eles são bem similares mesmo. Existem Web Designers que são desenvolvedores Front-end e vice-versa, ou seja, fazem os dois papéis, mas na teoria o Web Designer é aquele que vai criar o layout de determinada aplicação web (não necessariamente trabalha com HTML, CSS e JS). O resultado do seu trabalho pode ser uma imagem que ilustra uma página de um site, por exemplo. No processo de construção de websites, esta imagem deve será transformada em código HTML, CSS e JavaScript para que os navegadores web reconheçam o conteúdo do site. Quem transforma essa imagem em código é o desenvolvedor front-end. Ficou mais claro? Abraços 🙂

  3. OLA tenho um site estou precisando de atualizar ele colocar algumas coisas aprender a atualizar meu site
    como fazer e possível algumas aulas não tenho dinheiro obrigado.
    att…;

    • Irenilde, infelizmente, nós não damos aulas particulares. Contudo, faremos o possível para te ajudar! Bom, para atualizar o seu site, você precisará de conhecimentos de HTML, CSS e, muito provavelmente, de JavaScript, PHP, Hospedagem de sites e banco de dados. Infelizmente, achar informação confiável na web sobre estes assuntos pode ser complicado. Na Becode, nós temos um curso para iniciantes na área, onde você irá aprender muito sobre HTML, CSS e JavaScript . Além disso, também temos cursos para ensinar sobre Banco de Dados e SQL. Acredito que esse seja um caminho interessante para você seguir. Com estes conhecimentos, atualizar o seu site será uma barbada! Nossos cursos são super acessíveis e permitem o parcelamento em até 12x 😀

    • Olá! Então… não era isso que eu queria dizer. Como programação mais pesada, me refiro ao coração de um sistema que, geralmente, é através de linguagens de programação back-end (php, java, c# e por aí vai…) que é onde ocorre as conexões com o banco de dados. Entretanto, hoje em dia, existem bancos de dados que são suportados com o JavaScript, por exemplo, que originalmente é uma linguagem front-end, mas hoje já é considerada uma tecnologia full-stack.

      Portanto, as coisas estão muito relacionadas. Além de tudo isso, existe uma questão de perfil por trás da sua pergunta. Em outras palavras, aquilo que pode ser considerado mais trabalhoso para você, pode ser mais fácil para mim. Exemplo: eu prefiro front-end que back-end, portanto, back-end é muito mais trabalhoso para mim, mas isso não significa que uma especialização seja mais trabalhosa que a outra.

      Espero ter conseguido esclarecer um pouco a sua dúvida 🙂

    • Alex, excelente! Fico feliz. Bom, quanto ao seu plano, apenas cuidado, pois são áreas distintas, talvez fosse mais interessante focar em uma área de especialização: Web design, desenvolvimento ou SEO. Abraços!

  4. Muito bom o teu texto, me esclareceu dúvidas que estavam me quebrando a cabeça e criando diversas dúvidas, além de que facilitou o que eu tenho que aprender de forma primária e geral. Muito obrigado pela informação.

  5. Boa tarde Erick,

    Nesse leque de possibilidades na área de TI, me encontro totalmente perdido pôs me identifico com uma grande parte desse leque, Web Design, Web Developer, Graphic Design etc. No momento quero ter a formação de Web Developer tanto na parte Front end quanto na Back end. Você acha que é necessário obter um curso superior (faculdade) ou é preferível ter um curso com certificação na hora de buscar um emprego tanto no Brasil quando fora do Brasil, ex: Canadá. ? Você acha que pesa mais ter um Diploma ou um Certificado de curso. ?

    • Murilo, tudo bem? Então, essa é uma das perguntas mais difíceis para responder, mas vamos lá! O que pesa mais? Cara, tudo depende. Se fosse pra resumir, eu iria te dizer que HOJE, na situação atual, o que pesa mais é a sua experiência e portfólio. Isso sim vai ser o determinante para você ser escolhido na grande maioria das vagas. Atente para esse detalhe “na grande maioria”. Claro, existem empresas que vão te exigir certificações e outras que irão te exigir ensino superior. Isso irá depender do nível de burocracia da empresa. Digamos, uma Oracle vai querer que você possua todas as certificações possíveis, até porque eles possuem abundância de candidatos. Agora, se o seu foco é fazer carreira em startups, a coisa muda completamente. Entretanto, uma coisa é fato! Se você não souber na prática, de nada adianta um pedaço de papel, a não ser em vagas acadêmicas… Sendo assim, tendo que escolher entre um e outro, eu diria… FAÇA CURSOS. Até porque o investimento é menor e, se você não gostar ou não der certo, o seu tempo e dinheiro investido não se compara ao preço de uma faculdade ou até mesmo um técnico. Se você quiser saber mais ainda sobre o assunto, eu escrevi o artigo exatamente sobre isso, é só acessar por aqui! Abraços!

  6. Parabéns Erick pela paciência de explicar e tirar nossas duvidas. Otimo texto!! Percebi que sou um Fullstack Junior. hehehehehe.

    Abraços e Sucesso!!!

    • hahahaha Obrigado, Roberto! Que ótimo! Foco no JavaScript então. Esta linguagem é a base para desenvolvedores Full-Stack, pois é uma linguagem que pode ser utilizada tanto no client-side, quanto no server-side. Abraços e sucesso para você também!

  7. Galerinha, melhor escola é o mercado, aprende fazendo, mas é claro que com uma boa base, caso contrário não há por que ser contratado. O texto está excelente, só destacando que não é totalmente verdade que um Web Designer não irá trabalhar com os códigos, na atual situação do mercado e com o numero crescente de pequenas empresas, agências, etc, o profissional que desenvolve e tem uma boa noção de design se destaca. O Fireworks foi um concorrente, pois ele foi adquirido pela Adobe e depois descontinuado.

  8. Oi Erick,

    Estou precisando de um Desenvolvedor(a) Full Stack para uma Startup recém criada, com foco em desenvolvimento webservice e mobile.
    O candidato deve atuar em back-end (servidor, banco de dados, modelagem, programação, estruturação de dados e implementação) e front-end (interface, UX, corte).

    Você poderia indicar alguém com esse perfil?

    Obrigada!

    Adriana

  9. Ótimo texto.
    Gostaria de uma ajuda em relação á curso superior.
    Minha especialidade é em front-end, gostaria de saber qual curso da mais foco nessa área.
    Obrigada desde já

    • Carolina, tudo bem? Então, eu não conheço um curso que foque especificamente na área de front-end. Acredito que esse seja um conhecimento que você terá que procurar com cursos complementares, como os da Becode. Contudo, respondendo a sua dúvida, eu diria para você optar por:

      – Ciência da computação (caso você deseja trabalhar com DESENVOLVIMENTO front-end)

      ou

      – Design, caso você procure trabalhar na área de design de interfaces, webdesign e UX.

      Para ambas os cursos acima, acredito que cursos serão fundamentais para complementar o conhecimento ensinado na faculdade. Para mais informações sobre o assunto “cursos superiores”, dê uma olhada nesse nosso post: Os 5 principais cursos superiores de TI e suas diferenças!

      Abraços e espero ter ajudado!

  10. Gostei das explicação, já estava percebendo isso por parte da particularidades entre as essas linguagem(HTML, Css, Javascript e PHP é MSQL), no qual eu estudo do casa. São trabalhos excessivo para uma pessoa só. Ata uma citação que dever melhorar a interação do usuário ao site, quando chegar na parte dos comentários coloque um botão de rolagem pra ir aí fim, para facilitar a quem quer deixar o seu comentário no site :).

    • Olá, Jameson, podes deixar. Iremos avaliar a sua sugestão. Quanto ao seu comentário, só quero deixar claro uma questão: o ideal é que as tarefas realmente sejam divididas. Contudo, em empresas pequenas é muito comum uma única pessoa dar conta de tudo isso: web design, front-end, back-end e mais! Abraços, espero ter ajudado

  11. Em qual lugar acho esses 3 cursos o desenvolvedor front-end
    Desenvolvedor back-end e web master? Estou em salvador mas moro no rio grande do sul
    Se puder entrar em contato pelo meu email

  12. Faço curso de design grafico, e devido ao crescimento do mercado, gostaria de trabalhar na área da programação e poder aplicar meus conhecimentos de design. Na sua opinião, trabalhar com as duas coisas faz do profissional, mais completo, ou um “atirador”, com conhecimentos rasos de ambas as áreas?

    • Olá, Gustavo, excelente dúvida! Então, não há uma regra fixa para isso. Startups e empresas pequenas podem preferir profissionais mais completos, enquanto as multinacionais preferem especialistas. Isso vai variar muito! Agora, como você perguntou a minha opinião, eu diria para você procurar ser especialista em algo. Contudo, isso não quer dizer que você precisa ter foco exclusivo para aquela área. Por exemplo, digamos que você decida se especializar na área de web design. Nesse caso, é imprescindível que você também conheça um pouco sobre HTML, CSS e desenvolvimento web como um todo. Pois você precisa ter essa visão sistêmica para conseguir criar interfaces efetivas e viáveis. Não adianta você criar algo incrível, mas que seja inviável. Ou melhor, algo que o desenvolvedor front-end vá dizer: “Cara, isso tá muito bonito, mas não é possível desenvolver algo baseado nessa sua ideia”. Então, na minha opinião, não é nem 8, nem 80. O profissional completo é aquele cara que tem uma especialidade, mas também compreende outros processos, de outras áreas. Trabalhando com profissionais assim, o produto final com certeza terá uma qualidade excelente. Gustavo, espero ter ajudado, mas a sua pergunta é muito boa e também muito difícil de responder em um comentário. Talvez, em breve, isso pode virar até um novo post no Blog. Um abraço e obrigado pelo comentário!

  13. Olá Érick!
    Excelente texto, muito claro e objetivo!
    Por favor, me esclarece uma dúvida? Vou ingressar na área de desenvolvimento web, e lendo os posts daqui da Becode, me interessei muito em aprender a ser uma Full-stack, claro que talvez seja cedo ainda para eu pensar dessa maneira, e talvez após eu realmente “botar a mão na massa”, descobrirei se realmente se me identifico mais com front ou back-end, ou os dois mesmo. Devido a isso, o que você sugere que eu devo aprender primeiro, front-end ou back-end? Já conheço bem o HTML, mas só. (Detalhe: me interesso por design e programação).

    • Lidiane, tudo bem? No seu caso, sugiro você começar por front-end: HTML, CSS e JavaScript. Principalmente pelo fato de você ter comentado que gosta de design e programação. No mais, o JavaScript é uma das principais tecnologias para quem quer ser um programador Full-Stack, pois ele é capaz de atuar tanto no back-end, quanto no front-end. Mas como você mesma falou, comece devagar. Geralmente, o cargo de programador full-stack só é atingido com anos de prática e experiência. Sendo assim, comece com o front-end. Após esse período inicial, você irá se conhecer melhor e se ainda tiver interesse em conhecer o back-end, para se tornar um full-stack dev, procure aprender sobre banco de dados NoSQL e tecnologias como o node.js 🙂

      Espero ter ajudado. Te desejo sucesso! Abração e até a próxima!

    • Gabriel, você tem que ter um equilíbrio entre ser um especialista ou um generalista. A resposta para essa pergunta só você irá conseguir responder. Contudo, eu recomendo você começar os estudos em todas as áreas, para assim, ver como as coisas se relacionam. Após, escolha uma área que você goste mais e foque nela. Assim, você irá conseguir cobrar preços melhores. Abraços, espero ter ajudado!

  14. Erick bom dia , não tenho experiência na área de TI e tenho uma grande chance de ir morar no Canadá , aonde existe demanda por profissionais de TI , você sugeriria algum curso , para alguém sem nenhuma experiência .

  15. Muito bom a explicação, porém ainda estou com uma dúvida, sou Desenvolvedor Web (front e back-end), se eu me especializar em Web Designer eu vou poder ser um Webmaster? E Webmaster é um cargo que pode ser assinado na carteira dessa forma?

    • São coisas diferentes e nenhum é a evolução do outro. Claro que você pode exercer todas as funções, mas são coisas diferentes. Para facilitar, tente fazer as seguintes associações:

      – Desenvolvedor Web = Código
      – Web Designer = Design de Interfaces
      – Webmaster = infraestrutura do site e SEO

      Quanto a ser assinado na carteira dessa forma, acho que não. Infelizmente, a lei brasileira demora uns 125 anos para mudar. Espero ter ajudado, abraços!

  16. Tenho uma duvida, há mais vagas de emprego para Developers Web, Developers Desktop, Developers Mobile ou Developers Game? E Dentre essas, há mais Front-End ou Back-End oportunidades de emprego?

    • Rafael, vou chutar, mas acho que o que tem MAIS emprego seria Web Developer, back-end. Front-end e Mobile também possuem muita vaga, mas acho que menos. Games, infelizmente, corre por fora ainda…

      Contudo, dê uma olhada no site da Catho para ter uma resposta mais precisa. Esse site costuma ser um bom termômetro para essas coisas. Valeu!

  17. Estou num processo de reprogramação de carreira, venho da área de sistemas de telecomunicações, bem restrita e volúvel, e vejo a área de Desenvolvedor Web Back End uma ótima porta. Muito obrigado pelos esclarecimentos, apesar de ser um posto antigo, sua utilidade ultrapassa o tempo como vc pode ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiba se Programação de Softwares é para Você

Saiba se programação de softwares é para você