Por que devo aprender Ruby on Rails? Veja 9 razões!

Por que aprender Ruby on Rails? Essa é uma pergunta que sempre me fazem quando estou divulgando o framework, e sim, é uma ótima pergunta. Principalmente por ser uma oportunidade de mostrar detalhes que passam despercebido quando falamos de Ruby on Rails.

Sendo assim, nesse post o objetivo é enumerar os 9 itens que podem fazer você refletir sobre o assunto. Então vamos lá!

1) A linguagem Ruby é cativante

Em 2007, quando descobri a linguagem Ruby, estava procurando uma linguagem que fosse divertida para se trabalhar. Algo que não fosse massante e, principalmente, que tivesse em seu cerne as facilidades que a tecnologia pode oferecer.

Eu havia saído do Delphi (Object Pascal), passado por Java, .Net, PHP e nenhuma delas me fez acreditar:

“É isso que quero para a minha carreira!”

Eu, particularmente, sempre entendi que programar deveria ser algo natural, não algo trabalhoso que só “cientistas da computação” conseguissem entender e usar.

Pois bem, não lembro ao certo como cheguei até o Ruby, mas lembro-me bem de executar os primeiros exemplos e perceber que aquela linguagem se tratava de algo muito diferente do que eu já havia visto até o momento. Ela era dinâmica, simples e direta.

Não é o que todo programador almeja? Em outras palavras, “o computador é quem deve trabalhar por nós” e não o contrário, certo? Então, essa frase fez todo sentido pra mim desde que comecei a usar a linguagem Ruby.

2) Gems!

GEMs! | Por que devo aprender Ruby on Rails? Veja 9 razões!

Na sequência, descobri as facilidades das Gems: bibliotecas do Ruby. Elas estavam todas ali, em um único local, tudo muito fácil, rápido e era simplesmente genial! Poder, com uma única linha de comando, ativar uma biblioteca inteira que minutos antes não estava nem instalada no computador.

Mais sobre Gems? Sim! Acesse o RubyGems.org e descubra ainda mais sobre o mundo incrível das Gems.

3) O framework Ruby on Rails (RoR)!

Atenção! Ruby é a linguagem de programação; Ruby on Rails é o framework.

Ruby = linguagem

Ruby on Rails = framework (também chamado de Rails ou RoR)

O framework Ruby on Rails é basicamente uma coleção de bibliotecas escritas em Ruby. Estas bibliotecas permitem construir aplicações web de forma muito rápida.

O benefício de aprender um framework (como Ruby on Rails) em paralelo a uma linguagem de programação em si (como Ruby) resume-se ao fato de que que você irá progredir de forma muito mais rápida no seu início de carreira como desenvolvedor web.

Desta forma, você verá como aprendizados e teorias se aplicam na vida real. Em outras palavras, você estará aprendendo e desenvolvendo ao mesmo tempo!

4) O framework é inteligente

Tela de desenvolvimento do framework. | Por que devo aprender Ruby on Rails? Veja 9 razões!

Se você me permite, vou me dar ao luxo de chamar o framework Ruby on Rails apenas pelo seu apelido: Rails.

Pois bem, o Rails ganhou notoriedade em 2004 quando o seu código foi aberto para a comunidade desenvolvedora. Com isso, logo o framework ganhou destaque e passou a ser descoberto mundo a fora. Milhares de desenvolvedores ao redor do mundo perceberam, no Rails, ao menos duas coisas que eu acredito serem cruciais no mercado Dev.

1ª Boas práticas

O framework foi criado a partir de uma linguagem até então desconhecida, o Ruby. Por outro lado, uma linguagem muito simples e de fácil entendimento. Enfim, quando digo que o Rails é inteligente, me refiro também ao fato de que o seu criador conseguiu reunir em um único framework tudo que havia de bom na época. E isso continua até hoje, em sua atual versão que continua absorvendo muitas novidades que prezam pelo bom código e melhores práticas do desenvolvimento Web.

2ª Foco no desenvolvedor!

O framework já mostrava inteligência no seu funcionamento, tornando muito simples tarefas que, em outras linguagens, praticamente faziam o desenvolvedor sofrer. Como configurações extremas para um resultado pequeno.

O Rails trouxe facilidade e rapidez, conseguiu reunir boas práticas já conhecidas, mas que não eram usadas em conjunto.

Exemplos: a “Convenção sobre Configuração”; a padronização de pastas para todo o projeto; a filosofia “Não Se Repita” que diminui drasticamente a quantidade de códigos repetidos; a aplicação do MVC (Model View Controller) de uma forma mais real (onde, de fato, vemos os Models, as Views e os Controllers); o uso de Testes Unitários; e muitas outras boas práticas!

5) Alguns dos maiores sites do mundo utilizam RoR

Aí você pode até vir falar:

“OK OK, Jackson, tudo isso é muito bonito, mas quem já utiliza isso? Como irei confiar nessa linguagem se não conheço grandes empresas e cases de sucesso que se basearam na tecnologia”

A minha resposta seria:

“Abaixo a lista:”

Basecamp, Airbnb, Bleacher Report, Fab.com, Scribd, Groupon, Gumroad, Hulu, Kickstarter, Pitchfork, Sendgrid, Soundcloud, Square, Yammer, Crunchbase, Slideshare, Funny or Die, Zendesk, Github, Shopify.

6) A comunidade Ruby on Rails

A comunidade Ruby on Rails é uma das mais ativas mundo a fora. Existem toneladas de conferências que você pode ir, meetups acontecendo a todo momento, em diversas cidades quase todos os dias da semana, fóruns online e por ai vai. Ah! Sim! Obviamente a Becode também não fica de fora dessa comunidade. Temos um curso especifico para ensinar os mistérios da tecnologia, aprendendo do básico a conceitos mais avançados, construindo uma aplicação do início ao fim, confira!

7) A comunidade é muito amigável com os iniciantes!

Sim, isso também é um critério importante, pois a vida de um inciante não é fácil.

Por alguma razão, a linguagem e os desenvolvedores Ruby estão entre os mais amigáveis mundo a fora. Infelizmente, não tenho nenhuma evidência concreta disso, é uma informação baseada nas minhas experiências. Suspeito que isso tenha a ver com a formato do novo quadro. Por isso,  quase todos os membros da comunidade lembram-se de como é ser um iniciante.

8) Ruby on Rails ensina as melhores práticas Dev!

Ruby on Rails ensina as melhores práticas Dev! | Por que devo aprender Ruby on Rails? Veja 9 razões!

O Rails é um framework de opinião, ou seja, ele dita algumas regras e obriga você a fazer as coisas da forma como elas são aceitas normalmente (pelo menos no início!). Isso inclui recursos RESTful, framework MVC, testes (engloba uma estrutura de teste por padrão) e outros.

Essa característica é encarada como algo ruim por alguns desenvolvedores. Mas eu considero positivo, pois força você a despertar para novos conhecimentos e, por consequência,  abrir a sua mente para tais padrões, levando você a estudar mais e, por isso, crescer como profissional.

9) Tempo de aprendizado

Eu acredito seriamente que com alguns meses de empenho e estudo é possível ter uma compreensão muito boa do Rails. Claro, para virar um especialista levará infinitas horas, como qualquer outra habilidade no mundo. Então a melhor coisa que você poderá fazer por si mesmo é começar (o quanto antes, melhor!).

Além de aprender Ruby on Rails e a linguagem Ruby, com o estudo dessas tecnologias, o seu nível de familiaridade com a programação em geral alcançará outro nível. Claro, à medida que você for aprendendo a trabalhar com a tecnologia.

Resumindo, se você é um iniciante (ou até mesmo um desenvolvedor mais experiente), com certeza com Ruby e Rails você estará no caminho certo!

Convencido?

Espero que você tenha gostado das 9 principais razões para aprender Ruby on Rails. Tentei ser objetivo e reunir apenas os fatores mais importantes!

É claro, além desses itens que relatei aqui, existem outros aspectos que podem ser analisados. Porém, após mais de 10 anos trabalhando com Rails, posso dizer – com certeza – que trabalhar com esse framework tem me forçado a estar sempre na “crista da onda”. Em outras palavras, procurando conhecer sempre as últimas novidades e tendências no mundo do desenvolvimento Web. E o melhor de tudo isso? Eu me divirto enquanto trabalho.

E você, quer se divertir também? Espero que sim, comece a aprender Ruby on Rails conosco! Se você tiver alguma dúvida, crítica ou sugestão sobre o texto ou sobre o nosso curso completo sobre a tecnologia, fique à vontade para deixar seu comentário abaixo! Até a próxima!

 

Curso completo para aprender Ruby on Rails

Avatar

Escrito por Jackson Pires

Mais de 15 anos dedicados a Dev, 5 a ensinar. Acredito que programação não precisa ser complicado, por isso, adotei o Ruby On Rails (RoR). Contudo, como todo bom Engenheiro de Software, tenho especialização e adoração por diversas tecnologias do mercado. Hoje, dedico o meu tempo a ensinar e compartilhar conhecimento em plataformas como a Becode. Ahh... também sou fotógrafo nas horas vagas.

11 Comentários

Leave a Reply
  1. Quarta-feira 13/09/2017 eu e meus colegas de turma apresentamos a linguagem Ruby em um seminário e todos ficaram impressionados com a simplicidade e poder do Ruby. A maioria deles não a conheciam, e o professor sabia rasamente de sua existência que até chamava a linguagem em si de Ruby on Rails. Estou fazendo cursos básicos de Ruby e estou gostando muito, sou estudante de SI e provavelmente Ruby será minha linguagem principal, pois é muito intuitiva, você meio que pensa em Ruby é sensacional.
    Aliás, ótimo texto!

  2. Fui mostra o “artigo” a um amigo que não conhecia “Rails”, quando vejo quem é o criador do “artigo” é o mito Jackson Pires hahahahhahah,

  3. Ola Jackson,
    Sou completamente leigo em programação, não sei nada,kkkk… mas muito interesse em aprender… você aconselha iniciar pelo Ruby ? ou iniciar com o C por exemplo e depois migrar ???
    valew, abraços!!

    • começa com algoritmos (p ter uma noção de como funciona a base de uma linguagem de programação)… depois vai p uma linguagem popular, não sei se C é melhor… eu curto java, q é um pouco parecido.

  4. Olá, eu faço curso TI e gosto muito de programação, eu já estudei a linguagem C e agora estou estudando Python. E não vejo a hora de começar a estudar Ruby, eu ainda nem comecei a estudala mas já é a minha favorita.😉😉😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Plano de carreira: a estratégia para garantir o seu futuro na TI

Plano de carreira: a estratégia para garantir o seu futuro na TI

[KIT] Aprenda a Programar

[KIT] Aprenda a Programar