O perfil completo de um DBA – Administrador de Banco de Dados!

Na era da informação, recebemos, utilizamos e compartilhamos dados como nunca antes na história da humanidade. Consumimos dados e informações a todo momento: pesquisas na internet, redes sociais, apps e até assistindo televisão no sofá.

Com a evolução da internet, grandes quantidades de dados são transferidos a todo momento, contendo desde simples textos até pacotes de dados multimídia, como é o caso do streamings de vídeo do Netflix e de músicas do Spotify.

Todo sistema da era digital precisa persistir dados de alguma forma. Ou seja, armazenar dados em discos ou memórias flash para que possam ser utilizados novamente.

E o quem sustenta estes sistemas? Qual é o profissional responsável pelo gerenciamento, configuração, otimização e manutenção desses dados? Quem deve armazenar e assegurar a proteção de todas as informações de uma empresa, negócio, governo ou até organização sem fins lucrativos? Simples, os administradores de bancos de dados ou, como são conhecidos, os DBAs.

Abaixo, iremos apresentar o perfil tradicional desse profissional extremamente importante para a TI e para o mundo! Conheça as principais características, tecnologias utilizadas, necessidade de mercado e responsabilidades de um DBA.

Quem é o DBA?

Modelagem de Banco de Dados | O perfil completo de um DBA - Administrador de Banco de Dados!

Só para deixar claro, caso já não tenha ficado com o inicio do texto. O DBA (sigla em inglês para Database Administrator) é o profissional responsável pela completa administração de uma base de dados ou sistemas de banco de dados. Isto inclui gerenciamento, instalação, configuração, atualização, otimização e monitoramento.

Responsabilidades

O DBA é um dos principais responsáveis pela qualidade final de um sistema/software. E, para assegurar a qualidade, o DBA precisa conhecer as principais tecnologias disponíveis e que melhor irão atender as necessidades específicas de um projeto em questão.

As tecnologias disponíveis são diversas, mas entre as mais populares do mercado, encontramos os bancos de dados estruturados (SQL):

  • Oracle, Microsoft SQL Server, MySQL, PostgreSQL e entre outros

… e os bancos de dados não estruturados (NoSQL):

  • MongoDB, Cassandra e entre outros

(Guarde estas tecnologias, mais adiante iremos voltar nesse assunto)

Após a escolha da tecnologia, é responsabilidade do DBA realizar a estruturação (planejamento) do banco de dados. Para assim, atender aos requisitos do projeto. Uma estruturação de qualidade pode ser a diferença entre um sistema que funcione de forma efetiva e um sistema cheio de problemas e dificuldades de implementação.

Além das tarefas pré-projeto, o administrador de banco de dados deve dar manutenção a base de dados, otimizar sua performance, fazer os devidos backups, gerenciar os usuários que possuem acesso e monitorar possíveis tecnologias substitutas, tanto em termos de hardware, quanto software.

Atuação e necessidades do mercado

Linguagem SQL | O perfil completo de um DBA - Administrador de Banco de Dados!A profissão está em alta e a tendência é crescer. Afinal de contas, cada vez mais empresas estão precisando aperfeiçoar e otimizar a administração de seus dados. Vivemos em um mundo, onde empresas podem ir a falência por erros na administração de seus dados. Portanto, o investimento na área só cresce, novas tecnologias estão surgindo e até novas ramificações de cargos da área apareceram.

O salário médio para um profissional de DBA no Brasil, segundo a Catho, é de R$ 4600,00. Contudo, há variações positivas e negativas, conforme a sua região de segmentação.

Para começar nesta área, você deve estar atento e dominar os itens indispensáveis que a profissão requer, como exemplo: conhecimentos na linguagem SQL, habilidades com a criação de diagramas entidade-relacionamento, entendimento básico sobre questões de servidor e seus respectivos hardwares. O nosso curso de Introdução a Banco de Dados e SQL cobre todos esses tópicos!

 

Tecnologias (SQL x NoSQL)

O DBA também irá precisar optar por um ou mais sistemas de gerenciamento de bancos de dados (SBGD) de mercado. Para um iniciante na área, é interessante o estudo dos SGBD mais utilizados pelas empresas atuais, sendo eles:

  • MySQL e PostgreSQL (Software Livre)
  • Oracle e SQLServer (Pago)
  • MongoDB e Cassandra (NoSQL)

Para dar os seus primeiros passos, recomendamos o estudo do MySQL que é o SGBD mais popular e mais utilizado no mundo por empresas de pequeno, médio e grande porte. O PostgreSQL também é uma ótima opção de software livre, contudo, é menos popular que o MySQL. Possuímos um curso completo que ensina você a dar os seus primeiros passos na área, utilizando o MySQL, dê uma olhada aqui.

Já, Oracle e Microsoft SQLServer são softwares mais caros, portanto, são utilizados a partir de empresas de médio e grande porte. São excelentes opções caso você deseje preparar a sua carreira para as gigantes de mercado. Também possuímos um curso voltado a iniciantes do Microsoft SQL Server 2014, confira!

IMPORTANTE: tanto o Oracle, quanto o Microsoft SQL Server possuem versões gratuitas para estudo.

MongoDB e Cassandra seguem o “estilo” NoSQL (Not Only SQL), atualmente, esse tipo de SGBD é utilizado quando o projeto/software em questão necessita que o banco de dados seja estruturado utilizando os padrões NoSQL. Softwares modernos e grandes empresas como Google, Facebook e Twitter utilizam a tecnologia.

Além dessas opções, existem outros tipos de SGBDs relacionais (SQL) e NoSQL disponíveis no mercado. Contudo, para um DBA iniciante, o mais importante é dominar os conceitos básicos da sua profissão. Para, a partir disso, adaptar-se à novas linguagens com mais facilidade. E, com o tempo, adquirir experiência para encontrar as melhores ferramentas e tecnologias para compor o seu ambiente de trabalho.

Perfil do profissional

O profissional DBA | O perfil completo de um DBA - Administrador de Banco de Dados!

Se a profissão despertou o seu interesse, você precisa saber o que será necessário enfrentar na rotina de trabalho como um profissional na área. Já avisamos desde já que é um desafio e tanto. Veja abaixo o perfil tradicional de um DBA!

1. Organização e Planejamento

Estruturar, manter e aprimorar bancos de dados é uma tarefa que exige muita atenção, organização e entendimento de padrões. Além disso, é um trabalho metódico e que necessita de evolução constante. Para facilitar a sua vida na área, abuse de organização e planejamento, pois isso irá ajudar muito na manutenibilidade de projetos. Sim, essa palavra existe e se você entrar no mercado de banco de dados, você irá cansar de ouvir falar nela.

2. Estudar muito!

Por ser uma profissão exclusivamente técnica, saber desenvolver e buscar soluções para problemas do cotidiano, aplicando as ferramentas ideais em cada projeto, com convicção e certeza, pode ser um grande desafio. Um desafio que irá exigir constante atualização e estudo por parte do profissional. Um DBA de excelência procura estar sempre a frente dos problemas, agindo na prevenção e não na correção. E, para isso, é necessário muito estudo.

3. Gostar de acompanhar tecnologia

Muitas vezes, os projetos que estamos desenvolvendo não estão na sua melhor forma e o motivo é a utilização de tecnologias que já não são mais eficientes para resolver os problemas. Buscar tecnologias novas para a resolução de problemas e aprender com elas é fundamental para um DBA.

4. Responsabilidade

Trabalhar com informações é sempre muito delicado e não são permitidas falhas. Todos os dados presentes em um banco devem ser mantidos com segurança, com backups frequentes e com a certeza de que nada será perdido nunca. É bom frisar: NUNCA.

5. Saber trabalhar sob Pressão

Apesar de todos os cuidados, surgirão momentos de pressão, onde tarefas terão de ser executadas naquele exato momento.

“O servidor parou de funcionar!”

“O cliente quer implementar agora!

6. Entender do negócio

Não pense que você irá lidar somente com dados. Claro, grande parte do trabalho é administrar os dados e informações de uma organização. Contudo, também é essencial saber sobre o negócio, pois você irá lidar diretamente com as pessoas dessa área. Só assim, você irá entender as regras de cada sistema, entendo os requisitos necessários para o desenvolvimento e estruturação efetiva da base da dados. Além da área de negócios, o DBA precisa lidar diretamente com as equipes técnicas, responsáveis pelo desenvolvimento de sistemas.

Resumindo…

Se você possui um perfil de organização, simpatiza com as ciências exatas, gosta de lidar com dados e informações, busca sempre otimizar suas tarefas, o mercado DBA te aguarda!

Se gostou dessa profissão, o primeiro passo é iniciar os seus estudos na área. Contudo, antes de se matricular em faculdades caras e que exigem um alto grau de investimento e comprometimento, faça um teste. O nosso curso de Banco de Dados e SQL é perfeito para isso.

Gostou da área? Quer ser um DBA? Então, procure cursos de graduação. Nesse post, destaco os principais cursos de graduação para profissionais de TI. Dê uma lida, talvez possa te ajudar a achar o melhor curso para uma carreira na área de DBA.

Além de cursos superiores, um DBA pode estudar também por cursos técnicos e, no futuro, deve buscar certificações específicas das tecnologias que utiliza (Oracle, Microsoft, etc). Isto valoriza muito o profissional.

O importante é nunca deixar de evoluir o seu trabalho e principalmente saber de sua importância para usuários e organizações de todos os portes. Dados e informações são bens extremamente valiosos e, portanto, devem ser protegidas, organizadas e otimizadas ao máximo, a todo momento.

 

Curso Online de Introdução a Banco de Dados Relacionais e SQL da Becode

Erick Scudero

Escrito por Erick Scudero

Especialista em Marketing Digital e apaixonado por tudo que envolve o universo de tecnologia e comunicação. Durante sua jornada na terra dos cangurus (Austrália), atuou em diversos projetos prestando consultoria em questões de UX, SEO, Marketing Digital e modelos de negócio com foco em startups. É cofundador da Becode, da M2up e instrutor de cursos presenciais na TargetTrust.

18 Comentários

Leave a Reply
  1. Bom dia, atualmente estou cursando tecnólogo ead em gestão de projetos, porém por estar trabalhando com BI estou procurando um curso ead técnico ou tecnólogo que me direcione para essa área. Pesquisei algumas grades de ADS mas são muito focadas no desenvolvimento e tive a impressão de serem muito rasas quando DB. Alguma sugestão?

  2. Tenho pesquisado e tenho me identificado muito com a área de DBA, porém gostaria de saber se é possível trabalhar sem dress code, em ambientes descontraídos, assim como na área de desenvolvimento.

    Obs: Sou de infra estrutura desde 2010 e estou querendo partir pra esse mundo, sei que há muitas responsabilidades assim como em qualquer profissão, porém, gostaria de ser um profissional “Livre”.

    Abraços e parabéns pelo artigo!!!

    • Olá, Lucas, tudo bem? Apesar de ser um cargo reconhecidamente mais formal, acredito que seja possível trabalhar como DBA em um ambiente descontraído e sem “dress code”. Talvez seja mais difícil de encontrar essa empresa e cargo, mas acho que é possível sim. Não descarte a ideia de ser um DBA por isso. Abraços!

  3. Muito bom o post, sei programar em C++ e Python, esse conhecimento tem algum peso para a administração de banco de dados? Uma pessoa que não conhece programação consegue desempenhar bem esta função?

  4. muito boa postagem, estou com uma duvida, terminei agora o tecnlogo em redes estou pensando em fazer pós em banco de dados, o que vc acha? to perdido em qual pós fazer

      • Bom dia,
        Penso em até complementar o conhecimento, mais já que tenho esse interesse em dba, caso eu me der bem, penso em até trocar de área.
        Você acha bom, na sua opnião perfil de redes, fazer pós em banco? se n, qual pós vc indicaria para complementar conhecimento na minha area de tecnólogo de redes.
        sei que tem a pós de segurança, mais n me interessei muito.
        grato

        • Josué, tudo bem? Acho que ir para a área de Banco de Dados vai ser uma mudança brusca. Se você não gostou da área de redes e está querendo mudar o rumo de sua carreira, OK, vai em frente. Já, se você está querendo complementar ou ganhar mais conhecimento, recomendo você fazer pós em alguma das áreas que esse post aqui sugere. Abraços, espero ter ajudado!

  5. Boa noite!
    Estou com uma dúvida se devo ou não começar uma pós em Banco de Dados.
    Sou formado em Administração com Habilitação em Análise de Sistemas, porém não sei nada de programação. Também sou
    formado em Biblioteconomia. Estou inseguro em iniciar esta pós em BD por no momento não tenho nenhuma experiência na área de TI, mas gostaria muito investir nesta área. Devo volta a fazer outra graduação na área de TI ou devo jogar a sorte nesta pós?

    • Leandro, antes de gastar uma grana preta na escolha de uma pós ou faculdade, o que você acha de tirar um ano (só um ano!) para estudar MUITO em cursos online.

      Assim, você vai aprender muito mais que na faculdade toda e ainda irá conseguir ver se TI é para você, sem precisar gastar muito com isso.

      Depois de fazer esse curso do link acima, nesse mesmo site que te enviei, existem muitos outros, mais avançados e com diferentes abordagens que vão fazer você se sentir confiante para fazer uma pós na área. Abraços!

  6. Olá, tudo bem?

    Adorei o seu post, fico muito mais tranquilo em saber o que é um DBA, seu perfil profissional e as competências da área. Pretendo ingressar em uma faculdade na área de TI no próximo ano, estava pensando em Sistemas de Informação, já que gostei mais da grade curricular. É uma boa formação para ser DBA ou terei dificuldades nesse trajeto da carreira?

    Obrigado, abraços!

    • Vinícius, acredito que seja uma boa formação. As faculdades costumam ser muito genéricas, independente de qual for. Sendo assim, você vai precisar complementar a sua formação sempre com alguns cursos extras, como o que destaquei ao longo do post 🙂

      Abraços. Espero ter ajudado!

  7. Tenho conhecimento básico em programação. Juro que já tentei gostar de programar… Mas não consigo!
    Mesmo eu NÃO gostando de programação, seria uma boa tentar a carreira de DBA? Ou tem alguma outra área de TI que não terei que programar nenhuma linha de código?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Linkedin para Profissionais de TI: aprenda a criar um perfil de sucesso!

Linkedin para profissionais de TI: aprenda a criar um perfil de sucesso!

JavaScript para iniciantes: o que é, origens, para que serve e "Hello World"

JavaScript para iniciantes: o que é, origens, para que serve e “Hello World”