6 habilidades essenciais para conseguir um freela na TI

Tá difícil arranjar um freela na TI? Então, dá uma olhada nas 6 habilidades que com certeza irão a facilitar a sua vida na área, confira!

Você com certeza já ouviu falar em jobs, freelas, autônomos e derivados! Certo?

Pois bem, estamos nos referindo à profissionais freelancer. Eles são pagos para fazer trabalhos pontuais e podem atender diversas empresas, pois não possuem vínculo empregatício com nenhuma delas.

É uma prática que tem se tornado muito comum, pois é uma oportunidade de trabalhar com horários flexíveis e, de certa forma, ser ‘seu próprio chefe’. O profissional freelancer pode atender presencialmente e até ficar alocado na empresa por alguns dias. Isso varia muito de job pra job. Então, claro, trata-se de um segmento que tem ganhado bastante espaço no mercado mundial..

Mas acredite, também não é fácil! Exige bastante preparo e dedicação do profissional que escolhe seguir esse caminho. Vamos falar, então, sobre os conhecimentos mais demandados entre os freelas da área de TI.

Desenvolvimento Web

A maior parte dos jobs disponíveis em sites de freelancers são de desenvolvimento web. Isso acontece por dois motivos. Primeiro por ser uma área da TI que exige um conjunto de conhecimentos diferenciados e que nem sempre estão disponíveis nas empresas. Segundo, porque as empresas possuem cada vez mais a necessidade de estarem presentes no mundo web e, desta forma, terem a oportunidade de atrair novos negócios.

Então, para conseguir abranger toda essa área de desenvolvimento, vamos dividi-la em três áreas: front-end, back-end e mobile. Para todas as áreas citadas é possível encontrar uma grande oferta de jobs.

Front-End

Front-end | 6 habilidades essenciais para conseguir um freela na TI

O desenvolvimento front-end está diretamente ligado à maneira como uma empresa se comunica com seus públicos. A partir da interação com o site é que inicia a experiência do usuário. A forma como se trabalha as percepções (sejam elas visuais, de linguagem ou de navegabilidade) acaba sendo decisiva para estabelecer – ou não – uma relação com o cliente e conquistar um possível retorno desse usuário. Por isso o investimento nessa área é alto.

O conhecimento mais comum de se ver nas descrições dos jobs é HTML, CSS e JavaScript. Ter noções de design moderno, usabilidade e responsividade também é fundamental para atender os requisitos de vários contratantes.

Se você não conhece muito dessa área, veja alguns exemplos de sua aplicação e se surpreenda com o resultado. Certamente os freelas que possuem habilidades para realizar esse trabalho conseguem vários Jobs. Quer dar o primeiro passo? Veja esse curso de HTML5, CSS3 e JavaScript.

Back-End

Back-end Dev | 6 habilidades essenciais para conseguir um freela na TI | Becode

Outra área do desenvolvimento web muito importante é o desenvolvimento back-end. Nela encontra-se toda a regra de negócio do site, fundamental a todas as empresas que possuam funções mais complexas em seu website. Tais como cadastro de clientes, efetuação de compras de produtos, repasses de valores e entre outros. Também é essencial para o bom desempenho das funcionalidades e performance do site.

Se você tem afinidade com essa área e quer trabalhar com back-end, precisará conhecer primeiro o paradigma de programação orientado a objetos, muito presente nesse tipo de desenvolvimento. As principais linguagens de programação utilizadas nessa área você pode ver nesse post.

Desenvolvimento Mobile

Android e iOS | 6 habilidades essenciais para conseguir um freela na TI | Becode

O desenvolvimento mobile cresceu muito nos últimos tempos e cada vez mais se mostra integrante fundamental na maioria das estratégias organizacionais. Uma necessidade para as empresas, principalmente quando se fala em atingir públicos de meia ou pouca idade.

Mas desenvolver um aplicativo não é uma tarefa tão simples e ainda não entrou no escopo das atividades de todas as empresas. Portanto, é muito comum a busca de freelas para essa atividade.

Bom, para ser um desenvolvedor mobile, é preciso ter uma boa base de outros conhecimentos, como linguagem orientado a objetos e banco de dados. Logo, a oferta de freelancers nessa área ainda não é tão grande, o que abre um bom espaço de oportunidades para quem tem interesse em atuar com esse tipo de desenvolvimento.

Se você tiver interesse em entrar nessa área, leia esse post que resumo a trajetória profissional de um desenvolvedor mobile. Antes mesmo de você ler, já posso adiantar que você irá precisar conhecer profundamente Swift ou Android.

SEO

SEO | 6 habilidades essenciais para conseguir um freela na TI

De nada adianta ter o melhor site do mundo se não há queem o visite!

Hoje a principal fonte de informação é a internet. Então, os sites de pesquisa são altamente demandados e o termo SEO se refere a isso. Ele significa Search Engine Optimization (Otimização de Mecanismos de Busca) e engloba um conjunto de estratégias que possuem o objetivo de melhorar o posicionamento das suas páginas nessas plataformas de busca (Google, Bing, Youtube…). Desta forma, fazendo com que os usuários encontrem os conteúdos pesquisados de maneira orgânica, ou seja, sem a utilização de anúncios e links patrocinados (mídia paga).

Segundo o Google, existem centenas de critérios para estabelecer o ranqueamento de páginas no sistema de busca. Esses critérios estão relacionados tanto com o front-end, quanto com com o back-end. Portanto, independe da área que você escolher atuar como desenvolvedor freela!

Se você for trabalhar com desenvolvimento web, é necessário entender o básico de SEO e saber como aplicá-lo.

Banco de Dados

Na verdade, banco de dados é um pré-requisito básico para qualquer programador back-end. Se você deseja atuar nessa área, tanto desenvolvimento web como desktop, vai ter que estudar sobre banco de dados.

Não precisa ter um vasto conhecimento na área, mas é fundamental conhecer os principais SGBDs e como funciona a linguagem, além de saber estruturar um banco de dados e conectar com seu website ou aplicação.

Banco de dados é a melhor maneira de persistir e analisar dados a longo prazo e normalmente esses dados são fundamentais para o seu cliente, já que ele que está interagindo com a sua aplicação. A principal linguagem utilizada na área é o SQL e o JavaScript, em caso de SGBDs NoSQL.

Falando em SGBDs, estes são os sistemas de gerenciamento de banco de dados. Existem diversos SGBDs no mundo, você pode ver uma lista com os 10 principais SGBDs aqui.

Servidor e Infraestrutura

Servidores | 6 habilidades essenciais para conseguir um freela na TI | Becode

Se você já trabalha ou trabalhou com TI, deve estar se perguntando:

“Por que colocamos esse tópico?”

Realmente existem poucos jobs para montar uma infraestrutura inteira ou configurar servidores, mas esse conhecimento é básico para quem quer fornecer ao cliente uma solução completa. Entregar um software não é 100% do trabalho!

Também é preciso pensar em como ele estará disponível ao cliente e se a sua infraestrutura irá suportar. Essas são obrigações de um freelancer que quer proporcionar um trabalho completo e diferenciado.

Com certeza, o freela que aderir a práticas de DevOps será lembrado, indicado e chamado para outros jobs com o mesmo ou um novo cliente! Se você quiser saber um pouco mais sobre o que é esse tal de DevOp, sugiro que você de uma lida nesse artigo sobre a carreira de um desenvolvedor.

Mas resumindo, o freelancer saber como disponibilizar a aplicação criada em um ambiente produtivo, é fundamental para quem deseja trabalhar por conta própria e garantir a satisfação de seu cliente! Provavelmente, esse conhecimento também contará pontos extras para você. E, nesse caso, podendo até aumentar o seu valor hora.

Bônus: Cloud Computing

Google Cloud Plataform | 6 habilidades essenciais para conseguir um freela na TI

A oferta de jobs específicos para Cloud Computing nem é tão grande. Contudo, segue o mesmo princípio do tópico anterior.

As Cloud Plataforms estão se posicionado no mercado como um entrante de peso. A ideia da tecnologia em nuvem é disponibilizar serviços de maneira simples para as aplicações sem que o desenvolvedor precise se preocupar com a infraestrutura. Ela será suportada pelas plataformas como Google Cloud ou o Microsoft Azure. Trata-se de uma verdadeira tendência na área!

Essa tecnologia permite que tanto pequenas como grandes empresas (Coca-Cola, Snapchat, Heineken, 3M) possam utilizar esse serviço, uma vez que elas pagam somente pelo que consomem, ou seja, se você utilizar poucos recursos seu custo será menor.

A grande desvantagem é que o dispositivo necessita estar conectado com a internet. Mas, claro, com a expansão da internet e das tecnologias mobile, acredito que em um futuro muito breve, isso não será mais um problema.

Então, se você deseja ser um freela, eu te aconselho a ficar de olho no Google Cloud Plataform e outras tecnologias equivalentes! Você com certeza estará um passo à frente dos concorrentes!

Um passo de cada vez

Todo freela deve ter bem claro que é preciso adquirir conhecimento e construir um bom portfólio ao longo dos anos para conseguir jobs cada vez mais complexos e com melhor remuneração. Sendo assim, procure desenvolver suas habilidades em diversas áreas da TI, pois cada cliente é único e sua necessidade também será. Quanto mais áreas você atuar, maior será a oferta de jobs para você!

Claro, se especializar em determinado assunto não é um problema! Porque isso aumenta suas chances de conseguir os trabalhos dessa área e desempenhá-los cada vez melhor.

Bom, vimos que é fundamental estudar para ser um freelancer promissor. E a grande vantagem disso é que, por causa da flexibilidade de horários, normalmente freelas possuem maior disponibilidade de realizar cursos. Então estude, mantenha-se sempre atualizado e procure os jobs nos lugares certos, como essa lista que criamos que contém diversos sites para encontrar jobs freelas. Qualificação é a única receita para um futuro de sucesso!

Espero que esse post tenha ajudado você. E, se você possuir qualquer sugestão, dúvida ou crítica, deixe o seu comentário aqui em baixo. Até a próxima!

9 de junho de 2017

4 comentários

  1. Adorei o artigo. Cloud Computing é uma tendência que veio para ficar!

    • Foto de perfil de Keise de Leone Marques

      Obrigada Flavio! Tens razão, veio pra ficar e pra dominar o mercado. Noto que essa área está crescendo muito, empresas que há pouco começaram as atividades rapidamente já têm muitos clientes. É bem interessante observar! Até mais! 🙂

  2. Prezada, receba os mais sinceros parabéns pelo artigo.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © Becode. Todos os direitos reservados.

Login

ACESSAR COM

FACEBOOKGOOGLE CRIAR CONTA
Criar conta Back to login/register

Envie para um amigo